Prefeitos potiguares sofrem com mais uma redução do FPM‏.

“A FEMURN vem orientando às prefeituras a redobrarem a cautela e planejamento financeiro”.

A crise financeira que vem afetando as prefeituras do Rio Grande do Norte e prejudicando a qualidade dos serviços oferecidos nas cidades deve continuar durante este mês.

O repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), correspondente a primeira cota de novembro, será depositado amanhã (10) nas contas das prefeituras com mais uma queda. O prejuízo soma uma redução de 19% do valor do repasse, quando comparado ao registrado no mesmo período do ano anterior.

A FEMURN vem orientando às prefeituras a redobrarem a cautela e planejamento financeiro. Em dezembro, pelo menos 50% dos municípios potiguares deverão pagar o décimo terceiro salário, mas atrasar o pagamento da folha do mês, em decorrência do desequilíbrio financeiro.

Os prefeitos vêm tomando medidas de austeridade, como a diminuição de cargos comissionados, reduções salariais dos servidores e de si próprios. Algumas cidades do vale do Assú, região salineira e mato grande estão adotando atitudes severas de contenção de gastos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *