Nove pessoas foram assassinadas em Mossoró nas últimas 72 horas

De Fato

Da manhã da última sexta-feira, 2, até a manhã desta segunda-feira, 5, Mossoró registrou 9 homicídios. Os crimes no final de semana ocorreram nas mais diversas regiões da cidade. Foram três mortes na sexta, quatro no sábado, 3, e duas na madrugada desta segunda.

O 25º homicídio, o primeiro do último fim de semana ocorreu na manhã da sexta-feira, 2. O corpo de Irenilde Dias Martins Gomes, 43 anos, mais conhecida como Nega Paula, foi encontrado boiando nas águas do Rio Mossoró. Populares visualizaram o corpo da mulher e acionaram a Polícia Militar. Era possível identificar marcas de tiros no rosto e na nuca da mulher. Ela ainda teve os cabelos cortados e as mãos amarradas para trás com um fio elétrico.

Ainda na sexta mais dois crimes de homicídios foram registrados no município. Por volta das 19 horas, Fernanda Alice de Freitas Viana, 16 anos, morreu vítima de disparos de arma de fogo. O crime aconteceu na Rua Anatália de Melo Alves. Ela foi morta quando estava sentada na calçada de sua casa. Criminosos chegaram ao local e atiraram contra a adolescente. Alice foi atingida com cerca de cinco tiros na cabeça e morreu no local.

A mãe dela, identificada como Valéria Guedes de Freitas, 38 anos, foi baleada no atentado. Ela foi socorrida para a UPA do Santo Antônio e depois transferida para o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM). Na manhã desta segunda-feira, 5, Valéria Guedes não resistiu aos ferimentos e morreu no HRTM. Este foi o 33º homicídio do ano no município.

Ainda na noite de sexta, Francisco André Duarte de Lima, 30 anos, foi morto a tiros e facadas dentro de casa na Rua Vicente Rodrigues de Carvalho. Este foi o 27º homicídio do ano no município.

Já no sábado foram registrados quatro homicídios na cidade. O primeiro dia aconteceu por volta do meio-dia. O empresário Expedito Felício Sales Neto, foi assassinado na Rua Hermano Mota, no bairro Boa Vista. Segundo informações, o jovem estava em uma garagem próximo a sua casa, quando homens chegaram em uma moto Pop. O garupa desceu e foi em direção a Expedito. A vítima ainda tentou correr, mas foi alvejado pelas costas e morreu a poucos metros de sua residência. Esta foi a 28ª morte violenta do ano.

O 29º homicídio do ano em Mossoró também aconteceu no Boa Vista. Por volta das 15h30, David Lucas Diniz Salviano, 20 anos, foi morto a tiros. Ele estava em uma capotaria na Rua Vicente Januário de Carvalho. Segundo informações, a vítima foi surpreendida no meio da rua e morreu quando tentava se refugiar dentro do estabelecimento. A perícia identificou 13 perfurações no corpo do jovem.

As mortes de número 30 e 31 em Mossoró em 2018 foram registradas na noite do sábado. Um casal foi assassinado no bairro Belo Horizonte. As vítimas foram identificadas como Kamilla Karolina Paulino da Silva, 22 anos, e seu namorado Paulo Victor de Araújo, 20. O crime aconteceu na Rua Maria da Paz de Araújo Kamilla foi morta com cerca de cinco tiros dentro de um dos quartos da casa e Paulo Victor morreu em frente ao portão de acesso à residência.

Já na madrugada desta segunda, uma mulher morreu e seis pessoas ficaram feridas durante uma troca de tiros em uma festa na madrugada desta segunda-feira, 5, no clube da Cosern, localizado as margens da BR 304, no Abolição III.  No tiroteio uma mulher identificada como Elane Jácome foi atingida com um tiro com um tiro na região da nuca e morreu no local.

Alguns dos feridos foram identificados como Douglas Rafael da Silva, que seria o principal acusado de provocar o atentado, o agente penitenciário Jorge Ivan de Souza, Maria José de Oliveira de 44 anos de idade, também foi atingida na perna e Maria Sandrenilda de Souza Limade 33 foi atingida de raspão na cabeça. O caso mais grave é de um rapaz conhecido apenas como “Moisés” que levou um tiro rosto e segundo informações, seu estado de saúde é muito grave.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *