Turista de Minas Gerais morre afogado na praia de Ponta Negra, em Natal.

Um turista de Minas Gerais, que passava férias no Rio Grande do Norte, morreu afogado na manhã desta segunda-feira (20) na praia de Ponta Negra, principal cartão-postal de Natal. Equipes médicas ainda tentaram reanimá-lo, mas não conseguiram. Não havia guarda-vidas do Corpo de Bombeiros no local.

Turista morreu após se afogar na praia de Ponta Negra, em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

O afogamento aconteceu por volta das 10h, em frente ao Astral Sucos. O primeiro a tentar salvar o turista foi um surfista, que o retirou da água. Socorristas de uma ambulância de suporte básico também tentaram reanimar o homem, mas em razão da gravidade chamaram uma segunda ambulância, dessa vez de suporte avançado. Uma nova tentativa de reanimação foi feita, mas também não houve sucesso.

 

G1RN


Vigia de rua é executado a bala em Jandaíra

Um vigia de rua foi executado a bala  na madrugada  desta sexta-feira (17), o crime ocorreu na rua José Maria dos Santos, no centro da Jandaíra. Segundo informações colhidas no local, a vitima estava sem documento e era do estado da Paraíba.

O crime teve inicio na lombada que fica em frente à Escola Municipal José Maria Santos, nesse local teria um veículo branco estacionado com homens encapuzados que atiraram contra a vitima.

A moto, o capacete e o colete da vitima ficou na lombada, já o corpo do vigia ficou ao uma distância de pelo menos 30 metros de onde foi alvejado pelos os primeiros disparos.

Um caminho de sangue ficou marcado entre a lombada e o local onde o corpo tombou já sem vida. A vitima só fazia uma semana que estava trabalhando em Jandaíra como vigia de rua, o corpo foi levado pelo o ITEP por volta das quatro horas da madrugada.  Eurípedes Dias


Prefeito Fábio afirma: “Galinhos precisa continuar avançando. Vamos acabar com a política do atraso”

O prefeito de Galinhos Fabio Rodrigues, solicita o direito de resposta em matéria que envolve sua gestão. Em nota, Fábio fala das dificuldades financeiras, ações da prefeitura, mas ataca ex-presidentes da Câmara Municipal, afirmando que foi condenado a devolver recursos a prefeitura por má gestão sem citar nomes.

Fábio esqueceu-se de falar na nota sobre a vereadora Eliete Freire (PINDÔ), e sobre o suplente de vereador, José Adriano Nascimento dos Santos, mas conhecido por Garrancho, que é o atual secretário de esportes. Em obediência a CF/88, segue a publicação da nota enviada ao Blog pelo o prefeito na integra, a saber:

Resultado de imagem para prefeito Fabio Rodrigues Galinhos

NOTA À POPULAÇÃO

Apesar das quedas de receitas e dificuldades financeiras, a Prefeitura de Galinhos, em menos de um ano de gestão, conseguiu realizar obras e projetos importantes. Podemos citar, por exemplo, na educação, a reforma de quatro escolas e ampliação da Escola Professor Freitas com construção de refeitório, climatização das salas e aquisição de mobiliário, além de quadra na escola do assentamento.

Na saúde, a ampliação dos atendimentos e especialidades médicas, bem como a oferta de medicamentos e a reforma sobposto de saúde de Galos. Na agricultura, o preparo da terra para o plantio. A reforma do Conselho Tutelar, a reforma do Centro de Referência, a formação dos conselhos municipais que já não existiam, o aumento na frota de transporte da educação e reativação dos trabalhos das secretarias que não existiam. Destaco a ativação dos dessalinizadores, o investimento no esporte e o trabalho para fomentar o turismo com eventos e grandes investimentos.

Estamos trabalhando muito para corrigir omissões do passado. A população precisa saber que poderíamos estar fazendo mais. Mas infelizmente pagamos um preço alto pela irresponsabilidade das gestões que me antecederam, pela política mesquinha do “só quero pra mim”. É hora de cumprir o papel de gestor perante a sociedade e fazer um trabalho sério e transparente.

A história de Galinhos foi marcada por desgovernos, pessoas descompromissadas que deixaram débitos absurdos tanto nas áreas federais (dívida com INSS de mais de R$ 5 milhões) quanto na área municipal (dívida da Câmara com a Prefeitura que ultrapassa R$ 200 mil). A prova está aí. Há até ex-presidentes da Câmara de Galinhos condenados a devolver a recursos para a Prefeitura.

Alguns com valores que chegam a R$ 50 mil. A dificuldade em administrar de maneira séria é enorme, pois para prejudicar a gestão usam de artimanhas como omissão de informação junto a órgãos de competência para não ver o trabalho avançar.

À população de Galinhos eu asseguro que nada disso nos intimidará e continuaremos avançando com nossa missão. Conquistamos agora em Brasília recursos para construir um terminal turístico moderno, uma quadra de esporte e para pavimentação de ruas. Conquistamos também recursos para solucionar o problema da coleta de resíduos e acabar de vez com o lixão que tanto compromete o nosso futuro.

Infelizmente as gestões do passado deram sumiço em documentos e não realizaram as prestações de contas exigidas pela lei. Isso é um crime que está impedindo a Prefeitura de Galinhos de tirar certidões para poder receber estes recursos e realizar as obras. E estamos entrando na Justiça para conseguir estes documentos.

Eu poderia escrever ainda muito mais sobre o trabalho sério e transparente que estamos realizando, como a atuação na área de assistência social, a organização das finanças e a valorização do servidor. Galinhos vai continuar avançando. Vamos acabar com a política do atraso. Não há mais espaço para a fofoca e a intriga.

O povo quer trabalho. E é isso que estamos preocupados em fazer, 24 horas do dia. Concluo destacando nosso respeito à independência dos poderes, aos vereadores, a Câmara Municipal de Galinhos e a Justiça. Não nos metemos em questões do legislativo e do judiciário. Todo nosso tempo está dedicado ao trabalho. É isso que o povo espera da gente. Conclamamos todos os vereadores e vereadoras de Galinhos a se somarem nesta luta para construir um município melhor.

Fábio Rodrigues

Prefeito de Galinhos


Justiça Federal cassa mandato de vereadora em Galinhos

DSC_0028

Em sentença expedida em 30 de março de 2017, o Juiz Federal, Drº Arnaldo Pereira de Andrade Segundo, cassou o mandato da vereadora de Galinhos ELIETE FREIRE DE OLIVEIRA MACIEL, conhecida na cidade como PINDÔ.

De acordo com a sentença expedida pelo O Juiz Federal, ELIETE FREIRE teria feito praticado ato de Improbidade Administrativa ajuizada, inicialmente, pelo MUNICÍPIO DE GALINHOS/RN, em desfavor da mesma, através da condenação nas penalidades previstas no art. 12, incisos II e III, da Lei nº. 8.429/92.

 Segundo o Ministério Público Federal, a ex-prefeita, e atual vereadora, Eliete Freire, é acusada de sufrágio indireto suplementar, para administração municipal no período compreendido entre 30 de dezembro de 2011 e 31 de dezembro de 2012, quando exerceu a função de chefe do poder executivo municipal. Ela deixou de prestar as contas referentes aos Programas socioassistenciais no âmbito da SUAS (exercício 2012), o que gerou situação de inadimplência municipal.

SENTENÇA

Diante de todo o acima exposto, JULGO PROCEDENTE O PEDIDO DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, para cassar o MANDATO da vereadora de Galinhos ELIETE FREIRE DE OLIVEIRA MACIEL.  O MPF apresentou alegações finais no id. 1825796, requerendo a condenação da ré nas sanções do art. 12, inciso III, da Lei nº 8.429/92, enquanto que a requerida deixou transcorrer in albis o prazo para alegações finais (id. 1825796).

Publique-se. Registre-se. Intimem-se.

Assú/RN, 30 de Março de 2017.

Arnaldo Pereira de Andrade Segundo

 Juízo Federal

NOTA DO BLOG: 

Em 31 de Maio de 2017, o processo em desfavor da ex-prefeita e vereadora ELIETE FREIRE DE OLIVEIRA MACIEL, foi transitado e julgado, e acreditem se quiser… A mesma foi condenada, e mesmo assim, a vereadora continua exercendo o mandato na Câmara Municipal de Galinhos, mesmo com sentença cassando seus direitos políticos. Pasmem!

Tentamos falar com o presidente da Câmara Municipal de Galinhos, para saber a posição da mesa diretora, as razões porque ainda não foi cumprida a decisão judicial. Nossas tentativas via fone foram em vão, os servidores que nos atendeu não souberam responder.

É plausível que a mesa diretora da Câmara Municipal de Galinhos é omissa a uma decisão judicial já transitada e julgada pela Justiça Federal. O primeiro suplente de vereador, conhecido na cidade, por José Adriano Nascimento dos Santos, mas conhecido por Garrancho, parece não ter a coragem de sentar na cadeira de vereador, ou talvez, ele esteja sendo intimidado pela vereadora Eliete Freie.

Há quem afirme na cidade que esta intimidação está sendo feita por parte do prefeito condenado, Fábio Rodrigues, ao suplente de vereador Garrancho, o prefeito é aliado politico da vereadora Eliete. E ao suplente, o prefeito deu um cala a boca, dando ao suplente nada mais, nada menos, do que a pasta da Secretaria de Esportes.

Por estes e outros benefícios recebidos da prefeitura, Garrancho ainda não reivindicou da mesa diretora da Câmara Municipal de Galinhos, o seu cargo que lhe é de direito conferido pela Justiça Federal.

Com a palavra a  Câmara Municipal de Vereadores e a Justiça Federal.


Brasileirão: Chance de titulo do Corinthians é de 99,6%

Os rivais ajudaram mais uma vez, e o Corinthians depende de apenas mais uma vitória para conquistar o heptacampeonato brasileiro. O jogo do título pode ser na próxima quarta-feira, quando o time alvinegro encara o Fluminense no Itaquerão. Mas caso não derrote os cariocas em sua arena, o time alvinegro pode ainda assim faturar o título na 35ª rodada.

Com um empate, o Corinthians vai se sagrar campeão apenas se Grêmio e Palmeiras não ganharem de São Paulo e Sport, respectivamente. O Santos também está no páreo. E caso a equipe de Vila Belmiro derrote a Chapecoense nesta segunda-feira, não poderia ganhar do Bahia na rodada seguinte.

Como Palmeiras e Santos só atuam na quinta-feira, existe a possibilidade de o Corinthians conquistar o título sem estar em campo. Até uma derrota para o Fluminense pode dar o título ao Corinthians. Nesse caso, o Grêmio teria de perder para o São Paulo, e o Palmeiras não poderia superar o Sport. Da mesma forma, o Santos teria de perder do Bahia.

Imagem relacionada


Ministro do STJ rejeita pedido de afastamento do governador Robinson Faria

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou nesta quinta-feira (9) o pedido feito pelo Ministério Público Federal para afastar o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, de suas funções. A decisão monocrática do ministro Raul Araújo, que é relator do caso, negou todas as medidas cautelares solicitadas pela denúncia. A decisão foi publicada nesta sexta-feira (10).

Resultado de imagem para robinson faria

Decisão foi publicada nesta sexta-feira (10). Relator rejeitou todas as medidas cautelares pedidas contra o governador do RN.


Guamaré tem um prefeito incansável em Brasília

O prefeito de Guamaré, Hélio Willamy, juntamente com a bancada federal do RN, os senadores José Agripino (DEM), Garibalde Alves (PMDB), os deputados federais  Walter Alves (PMDB), Felipe Maia (DEM), reuniram-se esta manhã com comitiva designada pela presidência da Petrobras, Sr. Leandro Martins Alves, consultor do presidente da Petrobrás, Srª Luciana Malenha, assessora da presidência, Srº João Lima Romeiro, gerente.

Na ocasião, o prefeito pediu esclarecimentos a respeito das notícias de rebaixamento da refinaria Clara Camarão, um dos ativos industriais do RN, e tão importante para economia do seu povo.

Questionado pelo prefeito, o consultor do presidente Srº Leonardo Martins, garantiu que não haverá demissões, apenas reestruturação das áreas operacionais, dando lugar ao novo modelo de gestão que visa reduzir a complexidade operacional, otimizando custos e contribuindo para eficiência do negócio, agregando valor e maior solidez à RPCC.

Uma das reivindicações do prefeito foi que os representantes da empresa, informasse, através de Nota Oficial, o novo modelo de gestão da estatal. A maior preocupação do prefeito Hélio Willamy, é a redução dos investimentos, ou até uma possível desativação, pois isso comprometeria a prestação de serviços aos munícipes com a queda de receita.

Desde que o prefeito Hélio assumiu a prefeitura de Guamaré, ele bem sabia que os desafios eram grandes, mas que deveria ser encarados com coragem e muita disposição. Entre tantos que já enfrentou ao longo destes 60 meses de governo, veio a o desafio sobre a possível redução de investimento na refinaria Clara Camarão com o rebaixamento.

Hélio volta de Brasília com a certeza que lutar pelo o seu povo nunca é ou será em vão. São desafios como estes QUE beneficia de forma coletiva a população de Guamaré, por isso o prefeito Hélio nunca mediu esforços para enfrenta-los e vencê-los.


Tragédia na RN 118: Mulher morre atropelada.

Por volta do meio dia a população de Alto do Rodrigues foi abalada com um trágico acidente que vitimou fatalmente uma mulher identificada por Joyce.

A tragédia aconteceu na RN-118, mais precisamente na entrada de Alto do Rodrigues.

Segundo informações do Sargento Dacosta, o acidente envolve o ônibus da Master Turismo e uma motocicleta, conduzida pela vítima, que ainda chegou a ser socorrida para o hospital local, mais foi a óbito.

Moto e ônibus seguia no mesmo sentido quando ocorreu o atropelamento. Toni Martins

 

 


RN está entre os estados que correm risco de não pagar o 13º salário, diz jornal Estadão

Os servidores estaduais do Rio Grande do Norte correm o risco de não receber o 13º salário até o fim do ano. A informação foi publicada na versão do jornal O Estado de S. Paulo deste domingo, 5.

Além do RN, segundo a reportagem, os servidores dos estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais enfrentam dificuldades mensalmente para levantar recursos para arcar com a folha de pagamento e seus funcionários devem penar para receber o salário extra.

A publicação informa que a secretaria do Rio Grande do Norte afirma que pretende pagar o salário ainda em dezembro.

Em Minas Gerais e Rio Grande do Norte, que também integram a lista de Estados em situação fiscal complicada, os governos têm pago, desde 2016, os trabalhadores de forma escalonada: primeiro recebem os que têm salários mais baixos e, conforme entram recursos, os demais.

Leia aqui matéria completa.